TOP 10 PIORES ATENDIMENTOS [Santarém]

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

ALTER DO CHÃO: ASSALTOS, BRIGAS E MORTES NESTE CARNAVAL

"Eu não sei até quando a administração do carnaval em Santarém vai insistir em levar uma multidão para Alter do Chão, não percebem que estão brincando com vida humanas, todos os anos, pensando somente no faturamento, fazem propaganda demais ...sobre o local, barateiam as passagens de ônibus, levando uma quantidade de pessoas que não cabem na vila, com isso criam um desconforto nas pessoas, deixando-as irritadas e mal resolvidas, com mais a cachaça na cabeça acontecem as brigas, morrendo pessoas, deixando pessoas feridas. O carnaval de Alter do Chão é um carnaval alternativo, deve ser caro, deve-se dificultar o acesso de quantidade de pessoas, vai quem pode e quem quer, mas como o que interessa é o faturamento do barato, da comida e bebida barata, pois o barato e o que não tem qualidade é o que os nativos sabem fazer e é o que o povão pode e gosta de consumir, não importando que no final esse carnaval pobre, deixe pessoas mortas e feridas com as brigas que acontecem. Depois, é só mandar a mídia paga esconder os assaltos, as mortes, as brigas que acontecem em Alter do Chão, assim ninguém sabe, ninguém vê. "

Palavras de Eduardo Dourado, publicitario - Via Facebook

5 comentários:

  1. acho que esse problema não aconteçe somente aqui, então convenhamos e isso e normal em qualquer lugar no Brasil e no mundo, e afinal esse foi o carnaval mais calmo de Santarém. e você que escreveu o post ta e viajando, eu esteve lá e não foi tudo isso que você escreveu, e sinceramente esse seu discurso hipocrita de fazer festa para ricos, como meu caro, 1/9 da população Sanatrena não ganha sequer um salario, conheça a realidade e abra a boca para pronuncia coisas veridicas.

    ResponderExcluir
  2. Justamente agora que um emissora de TV tem propagado as belesas de nossa cidade, ira mostrar em horário nobre para todo Brasil a belíssima Alter-do-chão, essa cidadã que se diz Prefeita(Maria do Carmo), não está nem aí para a segurança e muito menos a imagem a ser levada pelos turista que visitam nossa cidade.
    Para mim, não deve correr nas veias dessa cidadã, o sangue santareno pois seu mandato é um verdadeiro "descaso público",

    ResponderExcluir
  3. Violência é um problema que se resolve com investimentos em educação e segurança, não creio que elitizando uma festa como o carnaval de Alter do Chão vá se resolver o problema, também não vi "propaganda de mais" feita pela administração do carnaval de Santarém para levar uma multidão para Alter do chão, e pelo que sei a passagem de ônibus é a mesma o resto do ano, não foi barateada exclusivamente para esse período. Acho que o caro publicitário Eduardo Dourado, acredita que dificultando o acesso a lugares públicos se resolve a questão, nesse caso só estariam remanejando a violência para outras áreas, segurança é pra todos meu amigo independente de condição social, você acredita realmente que só os "pobres" brigam?, tem muito filhinho de papai causando desordem por aí, se for pra dificultar o acesso a algo, que seja a bebida e outros tipos de drogas que esse sim é um faturamento que prejudica bastante a festa e a segurança dos brincantes.

    ResponderExcluir
  4. quer dizer que so quem pode se diverti em alter do chao e quem e rico...alter e nosso e nao e area privada nao...o que falta e seguranca.

    ResponderExcluir
  5. Meu amigo Henrique Morais, comentou aqui e excluíram, talvez façam o mesmo com o meu comentário... mas e daí...? Quem tem que ler já terá lido mesmo...
    Estou de acordo com o que você aí em cima postou, concordo que houve sim uma dose cavalar de hipocrisia, no conteúdo deste post. Nada contra o autor, segundo consta no fim da "matéria",(Palavras de Eduardo Dourado, publicitario - Via Facebook). Afinal, sabemos que o Eduardo, embora, não o conheça pessoalmente, tem um certo talento para críticas bem humoradas e até inteligentes; mas, como ninguém é perfeito, deu essa vacilada.
    Carnaval pra rico em Alter? Essa é a solução?
    Encarecer o preço das coisas em Alter-do Chão? Mais do que já estão?
    Sinceramente não vejo nessas sugestões, uma solução para eliminar a violência do carnaval deste balneário.
    Não podemos simplesmente abrir a boca, ou afiar os dedos no teclado de um computador e postar que devemos eliminar os "gangueiros" do carnaval, eles também tem direitos (não que eu queira defendê-los, pra mim pilantra deveria levar uma surra de “pimba de boi” todo dia).
    Fazer tal coisa, se vcs pudessem é claro, seria ferir e rasgar a constituição, ou simplesmente riscar dela o direito de ir e vir de cada cidadão.
    Muitos foram penalizados pela falta de segurança, isso é bem verdade, mas a quem compete a segurança pública? AO ESTADO!!! Culpemos e protestemos contra o Estado!!!
    Que Ele determine sanções aos arruaceiros marginais, que insistem em serem excluídos da produtividade social. (Mais uma vez, sugiro uma surra de “pimba de boi”)
    Apoiar a idéia de simplesmente dificultar o acesso a ilha é roubar o direito de milhares de heróis, pais de famílias, filhos que há muito vem sendo arrimo de família, ao lazer natural que Deus nos deu, não homem algum.
    Desculpe caro escritor, mas, se tal posicionamento, (contra a sua linha de raciocínio) faz de mim um marginal (à margem da sociedade), então faz de você o quê? O Melhor Melhor do Mundo em dizer que não é pobre?
    Se for... fure meu olho com uma nota de 50!
    HEHE

    ResponderExcluir